terça-feira, 20 de setembro de 2011

REGINA D´ÁVILA

Este blog está aberto exclusivamente a leitores convidados

http://reginadavila.blogspot.com/
Parece que você não foi convidado para ler este blog. Se achar que trata-se de um engano, recomendamos que você entre em contato com o autor do blog e solicite um convite.
É chegada  a hora de falar da nossa querida amiga Regina D´Ávila. Difícil. Delicado, mas necessário. Talvez seja exatamente para isso que este blog tenha sido criado. 
Nunca devemos julgar ninguém, muito menos pré-julgar. O que terá passado na cabeça e no coração dessa mulher, mãe de duas lindas filhas e um adolecente, que era separada do marido, e hoje sabemos o porque. A solidão, o desejo de amor, de viver, de ser feliz. Tudo isso pode ter feito com que ela  procura-se na intenet, um passa tempo, blogando. Os blogs, e a arte, de que tanto ama, eram suas atividades diárias. Pessoas carentes, sentimentalmente,  encontram almas gêmeas na vida real, e não é diferente na virtual. Sonham, constroem "histórinhas", soltam a imaginação, se apaixonam, se iludem, tentam fugas, se desiludem, e algumas vezes materializam seus desejos. Conhecem seus contatos, namoram, e são felizes para sempre! Com a nossa amiga Regina não foi diferente. Só quis o destino, que o fim do romance, fosse trágico, doloroso, cruel e bastante improvável, na vida real. Acontece na literatura policial, no cinema e nas novelas de televisão, mas nunca se espera poder acontecer na nossa vida, e principalmente na  vidinha cotidiana de uma blogueira e amante das artes. Com este texto, presto minha modesta homenagem, à amiga Regina, que deve estar passando por um verdadeiro pesadelo. Quero que saiba, que você e seus três filhos estão em nossos pensamentos, e esperamos consigam superar, da melhor maneira possível, esse drama que os acometeu. Espero poder voltar um dia, não importa quando, a ver essa loira sorridente, comentando, e participando de nossos blogs, como o "Pé de Moça", e  "Blog Mobilling" ( e aqui, aqui, aqui, entre outos... ) e do VARAL, de que tanto gostava. Espero por  imagens, de novas estradas, novas curvas,  e novas paisagens, novos varais, dessa sua vida, que ainda tem pela frente! Beijão !

6 comentários:

  1. Obrigado, EDUARDO, pois disse muito mais e bem melhor do que eu gostaria de ter transmitido à QUEEN, como sempre a tratei.

    Um abraço para si e um beijo para a REGINA.

    ResponderExcluir
  2. Delicada, sonhadora e sensível Regina.
    Uma romântica por excelência.
    Que ela não perca essas qualidades nunca.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  3. Olá Eduardo,

    Escrevi o que por elegia um amigo comparou...Por certo tive essa intenção..falar de amor, da perda e da dor. Nada é mais desolador do que a impotência que sinto diante da dor. Ter a vontade de gritar, correr, fugir..como o desejo de dormir e acordar em outro lugar. Acalentar o coração. Serenidade da alma. Só posso a ti ofertar o meu mais sincero amor, que sente fé e tem a esperança de que tudo vai acabar bem." Saudades da Regina, mas o desejo que ela fique bem é maior.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Mais que uma homenagem, um sentimento de dor profunda.
    Jorge

    ResponderExcluir
  5. Ainda hoje... a dor é imensa...
    Obrigada, meu amigo, pelas doces palavras.
    Com todo meu carinho,
    Super doces beijos,
    Regina d'Ávila.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha querida Regina,

      muito bom ter noticias suas. As pessoas me perguntam sempre se sei de você. Você esta fazendo MUITA falta na blogosfera, e a legião de amigos que abandonou sentem muito sua ausência compreensível. Espero que num futuro muito breve possa retornar à sua vida normal. Bjs dos amigos virtuais!

      Excluir